Digite seu e-mail:
Receba nossas PROMOÇÕES e NOVIDADES em seu e-mail.
Parceiros:

» Criação de Sites em Manaus

Siga ParintinsCom no Twitter

Notícias

Caprichoso presta homenagem ao herói do rio e do igapó- Zé Caia

31/07/2012
Assessoria de Imprensa do Caprichoso

Nota de Pesar

"Um rio manso a murmurar numa rima de sol e luar lá vai Santarém, Porotó, Luiz Gonzaga Pamim Zé Caiá heróis do rio e do igapó". Histórias do meu boi-bumbá. (Os pescadores – Marcos Santos e Chico da Silva)

A nação Azul e Branca vem de público manifestar solidariedade à família de José Pantoja do Carmo, Zé Caiá, que aos 94 anos silencia, recolhe o remo e a canoa que durante décadas foram seus fiéis companheiros.

Brincante, torcedor, o herói dos rios e do igapó, faz parte do patrimônio cultural Caprichoso ao lado do irmão Luiz Gonzaga, um dos fundadores do boi e parceiro nas longas jornadas.  Era Zé Caiá que ajudava o irmão na confecção do Touro Negro. O tempo passou e a paixão pelo boi foi mantida por ele, que reservava sua energia para esticar as bandeirolas na rua e enfeitar para o boi brincar. Assim ele perpetuava uma brincadeira e a herança cultural deixada pelo irmão.

A forte relação com o sobrinho Zeca Xibelão, os filhos, Rubem dos Santos (falecido) presidente e apresentador do Caprichoso e Marcos Santos, jornalista também apresentador do bumbá azul, fazem de Zé Caiá, um caboclo Caprichoso, exímio pescador, um navegante das águas do rio Amazonas.

O rio era mesmo seu companheiro, foi no porto de Parintins que ele mostrou o homem resistente, forte como uma rocha. Era suficiente para manter os filhos Suzana, Efrain, Marcos, Itamar, Rubem e a esposa Dona Raimunda com quem viveu 70 anos de matrimonio.

A nação azul e branca externa sua gratidão a Zé Caiá, um homem modesto que com sua simplicidade ajudou a construir a história do povo de fé azulado ao longo de cem anos.

Para as novas gerações, familiares e amigos fica a sabedoria de um ser iluminado, rico de humildade, serenidade, o alicerce de sua vida.

Que Deus na sua infinita bondade seja à força de sua família para superar a dor e encontrar na fé o entendimento de que a morte não é o fim, mas o começo de uma nova vida.

"Veste a fantasia de novo, Zé Caiá. O azul e branco é do povo e a poronga não pode apagar".

Márcia Baranda

Presidente da AFBBC


Pacote Parintins 2013